1

Como montar um estudio de audio.


O computador se tornou um instrumento importantíssimo para os músicos, sejam eles amadores, profissionais, famosos ou não. A flexibilidade que um PC com hardware e software adequados oferece ao músico durante a fase de criação e composição das melodias é impressionante. Não há nada que se compare à versatilidade e à produtividade de um PC, levando-se em conta o baixo custo dessas soluções frente às clássicas soluções analógicas.
Um estúdio de gravação em casa.



O PC trouxe para o usuário médio um poder de criação e edição similar ao de grandes gravadoras e até as pequenas “bandas de garagem” se beneficiam dessa tecnologia, pois hoje é muito fácil gravar um CD Demo usando apenas um PC doméstico, facilitando a divulgação do seu trabalho.

Uma placa de som comum geralmente tem duas entradas (Line In e Microfone) e algumas saídas, que podem ser apenas duas ou até seis, no caso das placas de 5.1 canais. Algumas até permitem algum nível de configuração lógica nas portas de entrada e saída, alterando o sinal de cada uma, mas a maioria se limita ao básico, que é reproduzir o som do PC com uma qualidade que varia do aceitável para ruim. Com raras exceções, essas placas operam com 16 bits e 44.1 kHz, que é a resolução de um CD de áudio e significa que o som é decodificado em 16 bits, ou seja, 65.536 posições (16 elevado a potência de dois) possíveis para cada valor da amostragem, que é de 44.1kHz, ou seja, 44.100 amostras por segundo. O som que ouvimos é uma vibração, ou onda, que tem amplitude e freqüência definidas e traduzidas em sinais digitais conforme a resolução citada. O problema é que o ouvido de um ser humano médio é capaz de identificar sons dentro de uma faixa entre 20Hz a 20.000Hz, ou seja, entre 20 vibrações por segundo e 20 mil por segundo. Os sinais da faixa mais baixa (20 Hz) são os graves e os da faixa mais alta, os agudos. Um agudo extremo é uma oscilação de onda que se repete 20 mil vezes por segundo. Se a taxa de amostragem é de 44.100Hz, cada oscilação de um agudo só poderá ser amostrada duas vezes, o ponto superior e o inferior.
Por causa dessa limitação, é bem provável que o ponto superior capturado não seja o maior possível dentro da onda e que o ponto inferior também não o seja. Quando se decodifica novamente esse sinal para transformá-lo em som audível, os agudos mais extremos não representarão fielmente o sinal original e sim uma média das suas oscilações. Essa característica também acontece com o padrão MP3 de áudio, onde grande parte da faixa audível é desprezada para permitir uma compressão mais significativa, em detrimento da qualidade.
Quando o padrão do CD foi lançado, considerou-se que essa perda seria desprezível para o ouvido humano, o que é verdade, mas o som até chegar a um CD passa por diversos processos de captura, aplicação de efeitos, masterização, edição. Durante esse processo, a perda de qualidade causada pelas sucessivas decodificações e recodificações vão se acentuando até que o resultado final fique muito aquém do original. Por isso foram adotadas amostragens maiores e com mais precisão para todas as tarefas de pré-produção em estúdios profissionais.

Captura de 10 sinais simultaneamente:


Uma amostragem de 24 bits em 96kHz permite mais de 16 milhões de posições amostrada 96 mil vezes a cada segundo, um nível de precisão muito próximo do ideal. Se no final do processo houver uma recodificação para o padrão do CD, o produto final ainda preservará muito do som original que foi capturado. Para fazer isso no PC, no entanto, não é qualquer placa de som que dá conta. A M-Audio Delta 1010LT é capaz de capturar e processar áudio na resolução de 24 bits e 96 kHz em todas as suas 10 entradas e 10 saídas. Isso mesmo, você pode capturar simultaneamente até 10 sinais estéreo com extrema fidelidade!
A M-Audio criou um kit relativamente barato, e bem equipado para o público a que se destina. A embalagem é pequena e, dentro, estão os dois cabos que são as “estrelas” do kit, um manual, três CDs e a própria placa. Instalar fisicamente os cabos em todos os periféricos pode causar algum transtorno, mas com um bom planejamento e alguma organização dá pra fazer um serviço bem limpo. Os cabos são um tanto incomuns. O primeiro, o menor deles, tem dois conectores para sincronizar sinais de “clock” com equipamentos externos, um de entrada e um de saída. Também tem dois coaxiais S/PDIF (digitais estéreos), um de entrada e um de saída, e dois conectores MIDI, também uma entrada e uma saída.
O segundo cabo tem mais conexões, duas das quais se destacam pelo tamanho avantajado – são os conectores de entrada para microfones no formato XLR. Depois temos mais seis entradas coaxiais RCA analógicas que, junto com os dois microfones, compõem as oito entradas analógicas da placa. Somando o S/PDIF estéreo do outro cabo temos as dez entradas possíveis. Para terminar a descrição desse cabo, temos mais oito conectores coaxiais RCA, as saídas analógicas da placa que, junto com a saída estéreo S/PDIF do outro cabo, completam as dez saídas. Para facilitar a identificação, todas as entradas têm os cabos na cor branca e todas as saídas têm cabos na cor preta.


A captura simultânea de mais de um canal é possível em um software multipista (multi track) como o Sony Vegas Vídeo e inúmeros outros softwares de edição profissionais. Neles o usuário cria as trilhas de áudio na sua “mesa de edição”, prepara as trilhas para a captura indicando para cada uma delas qual a sua fonte de áudio (source), e ao apertar o botão de “Record” (gravação) todas as trilhas receberão o sinal capturado conforme as configurações do driver, salvando os arquivos individualmente para posterior edição.


CD demo de qualidade :


Se você tem uma banda de garagem e quer gravar um CD demo com boa qualidade e com dez entradas, é possível capturar todos os instrumentos de sua banda e os microfones dos vocalistas individualmente, permitindo uma edição primorosa ao aplicar os filtros de correção e efeitos sem que um sinal interfira no outro. Durante os testes simulamos a alteração do timbre da voz do vocalista em tempo real, transformando-a em uma voz feminina com o auxilio de alguns filtros e o resultado ficou impressionante!
Fizemos outras análises subjetivas usando outros softwares musicais como o SoundForge, o Fruityloops e o Sonic Foundry Acid, e em todos a performance da placa e a fidelidade do áudio foram incríveis. Além do áudio absolutamente cristalino e sem qualquer ruído perceptível, a M-Audio Delta 1010LT não interfere em outras placas de som que estejam instaladas em seu sistema. Aliás, vimos que é possível usar até quatro placas Delta 1010LT em um mesmo sistema, com cada entrada ou saída controlada individualmente, permitindo até 40 entradas de áudio e 40 saídas. Mesmo se for necessário usar mais de uma placa, um PC moderno bem equipado vai custar muito menos do que o aluguel do estúdio para a gravação de um CD demo, e tem todas as condições de produzir um material de ótima qualidade.


Boa Sorte.


Quer saber mais como montar o seu estudio com qualidade gastando pouco dinheiro? Quais os software disponivel no mercado para audio e video? Tratamento acústico ou acústica!!! O que é isto??? Reverb, delay, compresão, equalização, como usá-los?


Quer saber mais? Entre em contato conosco:


One Response so far.

  1. Olá amigos da REM Homestudio, muito bom este blog, é de muita utilidade a todos amigos do ramo, sou iniciante neste fantastico mundo de audio e video, ja montei meu proprio studio aqui no MS, ja gravamos em 2 anos 3 CDs com 10 musicas cada, porem tenho sofrido bastante com uma questão aparentemente simples, o tempo da musica, faço sempre gravação individual dos musicos, porem quase todos instrumentos não saem no tem correto, atravessa muito, então eu uso o samplitude para fazer as correções, é muito trabalhoso este processo, alguns amigos meus dizem que isto não acontece com outros studios de grande portes! ja testei a latencia da placa e vi q não era este o proplema, são os musicos mesmo que perdem o tempo (metronomo)... Então isto tem solução? existe algum software que corrigi automaticamente estes atrasos? sera mesmo que estou fazendo a coisa certa? não tem um caminho mais curto para eu sincronizar os instrumentos? se alguem puder me dar uma dica, agradeço, obrigado.

Deixe seu Comentario