5

Como montar um estudio de áudio e video

SAIBA COMO MONTAR UM ESTUDIO DE ÁUDIO E VIDEO.

Será que aqueles estúdios de gravação grandiosos, com equipamentos sofisticados (e invariavelmente caros) que permeiam os sonhos de 10 entre 10 músicos que querem registrar suas músicas estão com os dias contados? Com certeza não, mas uma coisa é bastante certa: de um tempo para cá houve uma democratização ao acesso de tecnologia, e hoje é possível registrar em sua própria casa (com extrema qualidade) suas idéias musicais e porque não, até mesmo discos de excelente qualidade.
O Home Studio hoje é uma realidade ao alcance de um número bem maior de pessoas, com possibilidades de aquisição de equipamentos de excelente custo-benefício que podem propiciar a gravação de material de excelente qualidade. Nesta coluna iremos dar dicas de como montar seu home com qualidade, sempre buscando adquirir um equipamento condizente com a necessidade de cada músico.

O COMPUTADOR
Hoje a grande maioria dos trabalhos musicais é registrada em hard disk. As placas de som e os softwares musicais estão bastante ágeis, mas vale lembrar que audio digital requer uma máquina um mínimo adequada para o serviço. Uma configuração básica para rodar a maioria dos softwares e hardwares disponíveis no mercado é a seguinte:
(Áudio) PC, Windows XP, com 512 de memória RAM, 800MHz, e um HD de 40G são suficientes.
(Vídeo) PC, Windows XP, com 1 giga de memória RAM, acima de 2.0 MHz, e um HD de 80G são suficientes, o vídeo exige muito da máquina.
Observação: Nos dois casos acima o ideal é trabalhar com dois HDs.

A PLACA DE SOM
Esse é um dos itens de maior importância na cadeia de sinal. Por ela se dará a conversão do sinal analógico para o mundo digital.
Existem milhares de alternativas, mas o primeiro passo é você identificar a sua necessidade: “irei gravar apenas um instrumento ou voz por vez?”, “necessito gravar uma bateria acústica com vários microfones?”.
Essas perguntas vão auxiliar a dimensionar seu home, e por conseqüência sua aquisição será focada em sua necessidade.
Se sua idéia é registrar um instrumento por vez, ou uma voz e um instrumento, as marcas M-Audio e Roland têm disponíveis interfaces USB que são verdadeiros “estúdios miniatura”.
A “Fast Track Pro” da M-Audio é uma placa de som USB, com duas entradas de microfone pré-amplificada, duas conexões spdif, phantom power (para alimentação de microfones condensadores), saída para fone de ouvido, saída para monitores de estúdio, e um knob que controla a monitoração diretamente da placa, eliminando assim a sensação de “delay” em sua monitoração.
Além dos preamps terem excelente qualidade, outra conexão que chama a atenção é a de insert, que possibilita a conexão de efeitos externos, gravando-os junto a sua performance.
Outro ponto de destaque é a sua conversão de 24bits/96khz.
A Roland também possui sua placa USB, que atende pelo nome de Edirol UA 25. Esta placa também possui 2 conexões XLR com phantom power, saída para fone de ouvido, saída para monitor e ao invés de uma entrada spdif, essa dispõe de uma entrada digital.
Assim como sua concorrente a UA 25 também grava em 24bits/96khz.
A Roland disponibiliza ao cliente o famoso software de gravação Sonar LE, um dos mais conhecidos dos usuários de home studio.
Essas duas placas USB possibilitam que o usuário grave suas idéias sem a necessidade de nenhum outro aparelho entre o microfone ou seu instrumento e seu computador, sendo assim uma ferramenta extremamente útil e simples de ser utilizada.

Dicas de custo beneficio.
Modelo PCI - Nossa sugestão é a placa M-Audio Audiophile 2496, que possui 2 entradas e 2 saídas analógicas de 24 bits / 96 kHz, e mais entrada e saída digitais stereo (S/PDIF), e também interface MIDI In/Out. Ela possui drivers para praticamente todas as necessidades, incluindo WDM, GSIF, ASIO, etc.
Modelo USB - Existe uma versão básica do tipo USB para os iniciantes o modelo Behringer UCA 200 USB, 2 entradas e duas saídas grava em 16 bits.

E SE EU PRECISAR GRAVAR MAIS CANAIS?
Essa é uma dúvida bastante comum: “e se eu precisar gravar uma bateria?”, ou “como posso gravar o ensaio de minha banda?”, são dúvidas recorrentes aos que iniciam a montagem de um home studio.
Pensemos na bateria não em um único instrumento, mas na junção de vários instrumentos de percussão tocados pela mesma pessoa. Sendo assim, o bumbo é um instrumento, a caixa é outro, os pratos etc. Sendo assim necessitamos de uma placa de som que nos permita registrar esses instrumentos individualmente, porém ao mesmo tempo. Isso se consegue com placas multipistas.
Uma das placas multipistas de melhor relação custo/benefício é a M-Audio Delta 10/10LT.
Ela possui 8 entradas analógicas mais um par de conexões s/pdif. Com ela é possível gravar simultaneamente até 8 canais, possibilitando assim a gravação de uma bateria ou até de ensaios.
Importante salientar que mesmo possuindo esta placa, se faz necessária a aquisição de uma mesa de som que possua a função “direct out”. Com essa função a mesa libera cada canal por uma saída específica, possibilitando a gravação simultânea.
Conheça mais a respeito de como montar um estudio acessando este link:
http://www.music-center.com.br/estudiodig02.htm
Placa de captura de vídeo.
No mercado atual existe muitas marcas e modelos diferentes, a nossa dica é placa de captura de Vídeo 500-PCI da Pinnacle que já vem com software Studio 10 um excelente programa para editar vídeos caseiros ou profissional pois ela tem;
-Entrada de vídeo Composto (conector RCA) PAL, SECAM, NTSC.-Entrada S-Vídeo (conector mini-DIN) PAL, SECAM, NTSC.-Conector IEEE 1394 I/O (do tipo 6-pin).Saídas:-Saída de vídeo Composto (conector RCA) PAL, NTSC.-Saída S-Vídeo (conector mini-DIN) PAL, NTSC.-Saída de áudio estéreo (2 conectores RCA).-Conector IEEE 1394 I/O (do tipo 6-pin). Software
Existem muitos software no mercado, escolher é uma dor de cabeça. Conheça alguns.
ÁUDIO: Sony Acid, Samplitude, Steinberg Cubese e Nuendo excelente para áudio e vídeo profissional, Sonar e Sond Forge (Os mais usados nos home Studio ), Sony Vegas (Áudio e vídeo), Pro Tools (O Pro Tools Powered conecta com as placas da M-Audio).
VIDEO: Sony Vegas, Nuendo, Studio versão 9, 10, 11 agora versão 12, Adobe Premiere e muito mais.
Observação: Antes de se aventurar na procura do software almejado pesquise com profissionais, na Internet, nas revistas. Não adianta sair instalando tudo na sua máquina pois você terá uma dor de cabeça muito grande. O ideal é estudar o software, ler manuais que as vezes enche o saco. Até hoje com mais de 20 anos de experiência continuo lendo os manuais de equipamentos e programas, alguns chega ter mais de 1700 páginas em arquivo PDF.
Bem, agora é com vocês: Tome sua decisão e mãos a obra!!
Se precisar de uma ajuda conte conosco:

remhomestudio@hotmail.com
Carlos Roberto Danno

5 Responses so far.

  1. gostei da dica. eu tenho uma interface usb para rca entrada e saida e tenho uma mesinha de 4 canais comum.
    como faço para ligar esta interface e usar para pequenas produções de audios de palestra?
    pois ganhei mas não sei direito como ela é utilizada. por favor me dê uma dica.
    obrigado pela atenção!!

  2. Anônimo says:

    Cara estou tendo baixa na qualidade de gravação, tenho uma lexsen 8 canais analógica, e um mic shury, parece a placa on bord do meu pc n comporta os equipamentos, o q vc acha? Uma placa usb simples tipo pen drive resolve meu problema? abraço!!!

  3. Este comentário foi removido pelo autor.
  4. Anônimo says:

    tenho um home studio,e estou usando uma mesa behringer
    1622 e estou gravando via usb não estou usando interface uca,estou usando so o cabo que veio com a mesa, a gravação esta com boa qualidade
    e tenho um microfone behringer fanthon power
    e uso para gravar o mix craft da acoustica
    muito bom,e depois para masterizar eu uso o t-racks 3
    e o meu studio é isolado com madeira e spuma
    e o isolamento ficou muito bom
    um abraço!

  5. Achei ótimo! Interessantíssimo para quem está começando a estudar sobre isso, como eu. Vai dar trabalho, mas esse texto já me deu uma boa noção. Parabéns e obrigado ;)

Deixe seu Comentario